E-Civil: Descomplicando a engenharia
Você está em: E-Civil » Artigos Técnicos

Reações Álcalis-Agregado em estruturas de concreto

Por Ibracon *

A reação álcalis-agregado (RAA) é um processo químico onde alguns constituintes mineralógicos do agregado reagem com hidróxidos alcalinos (provenientes do cimento, água de amassamento, agregados, pozolanas, agentes externos, etc.) que estão dissolvidos na solução dos poros do concreto. Como produto da reação forma-se um gel higroscópico expansivo. A manifestação da reação álcalis-agregado pode se dar de várias formas, desde expansões, movimentações diferenciais nas estruturas e fissurações até pipocamentos, exsudação do gel eredução das resistências à tração e compressão.

Atualmente são distinguidos três tipos deletérios da reação:

  • Reação álcali-sílica - envolve a presença de sílica amorfa ou certos tipos de vidros naturais (vulcânicos) e artificiais.
  • Reação álcali-silicato - é da mesma natureza da reação álcali-sílica porém, o processo ocorre mais lentamente, envolvendo alguns silicatos presentes nos feldspatos, folhelhos, argilosos, certas rochas sedimentares, (como as grauvacas), metamórficas, (como os quartzitos) e magmáticas (como os granitos)e, fundamentalmente, a presença do quartzo deformado (tensionado) e minerais expansivos.
  • Reação álcali-carbonato - ocorre entre certos calcários dolomiticos e as soluções alcalinas presentes nos poros do concreto.

A melhor maneira de combate à reação álcalis-agregado (RAA) é evitar sua ocorrência, antes da construção, ou reduzir seus efeitos caso ela tenha se manifestado com a obra pronta.

Antes da construção

Efetuar as análises e ensaios recomendados dos agregados e do conjunto agregado-aglomerante. Caso haja potencialidade de ocorrência da reação usar neutralizadores da mesma no concreto, tais como materiais pozolânicos, sílica ativa, escória granulada moída de alto forno, em proporções previamente estudadas, ou utilizar cimentos pozolânicos ou cimentos de escória de alto forno contendo materiais pozolânicos ou escória em quantidades adequadas.

Após a construção

Caso a estrutura esteja sofrendo os efeitos da RAA há uma série de procedimentos descritos na literatura técnica especializada que podem auxiliar a diminuir as influências deletérias da reação.

A expansão, deletéria, ocorre quando o gel, formado pela reação absorve água e se expande. As características deste gel dependem de sua composição química e da presença de água. Os principais fatores que influenciam sua formação são:

  • Existência de sílica reativa
  • Disponibilidade de álcalis
  • Presença de umidade
  • Temperatura
Fonte: www.ibracon.org.br

Comentários

sobre os agregados
Gostaria de saber se esta reação ocorre em todos os tipos de agregados ou apenas nos mais porósos , se eu entendi suas particulas que reagem estão dentro do agregado então devido sua capacidade de absorção de alguns agregados com densidade mais baixa são mais propicios a contaminação ou isso naum tem relevancia ....

Comentado por Marcelo Luiz Mariano em 2011-07-18 15:14:44

Deixe o seu comentário!


(não será publicado)



Pesquisar
Últimas do Fórum
Livros recomendados